sexta-feira, 1 de maio de 2009

Na relva de pedra
iluminada por uma luz prata
nasce, na fenda, uma flor branca,
como o leite, como papel que
pintar-se-á, logo, com a cor mais temida,
a cor da paixão!

Um comentário:

Juliana disse...

Adorei esse também